Branding – fortalecendo a marca do consultório

As  ações de Marketing implantadas no consultório tem por objetivo principal captar e fidelizar pacientes. Para tanto são desenvolvidas estratégias que buscam criar  uma gestão eficiente, melhorar os relacionamentos com os públicos e gerar serviços de qualidade.

Mas em um universo altamente competitivo, nem sempre estas estratégias apresentam resultados satisfatórios. O que leva diversos profissionais de odontologia a uma incansável busca pelo tão desejado “diferencial “, que irá funcionar como um “toque de mágica”.

O mundo mudou, a sociedade evoluiu, a odontologia desenvolveu várias tecnologias, e o paciente está  mais seletivo e consciente, reconhece um bom trabalho e paga por serviços  que o satisfaça.  Vários estudos são feitos no mercado para conhecer o cliente, descobrir seus hábitos e atitudes, e o que realmente chama sua atenção no momento da escolha por um produto ou serviço.

Entre inúmeros resultados encontrados, destaca-se a preocupação com os valores de  responsabilidade social e ambiental, a certeza do cliente estar comprando serviços de um profissional que valoriza não apenas o monetário, mas também o bem estar das pessoas e do ambiente.

Philip  Kotler, o  pai do marketing,  já previa isto quando lançou o Marketing 3.0, que considera como essencial a gestão dos valores que são priorizados pela sociedade.

Para Kotler, o marketing iniciou suas atividades com foco nos  produtos e serviços, passou pela satisfação  de clientes, chegando agora a gestão de valores.

“ Onde o consumidor não é visto apenas como comprador com necessidades que seu produto / serviço pode satisfazer, mas, também, como um ser humano pleno, com coração, mente e espírito. Isso se traduz na mudança dos valores, além de ser a melhor e se diferenciar, a empresa busca fazer a diferença na sociedade.”

E é isso que o consultório precisa, criar um relacionamento que vá além da cadeira do dentista, que alcance o emocional, que faça o  paciente reconhecer que as atitudes do seu dentista são baseadas na ética, transparência e nos compromissos sócios ambientais.

Esses valores priorizados pelo consultório devem ser transmitidos  pela marca, para que ao visualizá-la o paciente possa associar sua imagem e seu nome a estes princípios.

E é neste contexto que entra o branding,  que possui o papel de criar valor para a marca, ou seja, aumentar a atratividade da marca.

O branding faz com que a marca deixe de ser apenas imagem e passe a ser cultura e valor, transmita aos pacientes o real posicionamento do consultório.

Mas para que o branding apresente resultados é necessário que toda a equipe do consultório incorpore os mesmos valores. Não adianta por exemplo transmitir aos pacientes sua preocupação sócio ambiental, se a prestação de serviços não é realizada com base nestes princípios.

O branding não é estático, evolui de acordo com a sociedade, com o meio no qual o consultório está inserido, é abrangente, deve preocupar-se com com as experiências dos relacionamentos com os pacientes.

O branding e marketing são ações distintas  que caminham em conjunto, definindo  a marca, alinhando os conceitos e conciliando as ações, criando assim o diferencial que personaliza seu consultório.  

Tais ações se trabalhadas corretamente, com eficiência e eficácia resultam naturalmente no  fortalecimento da marca do consultório.

 

Marcia Nana
Gestão & Marketing
ideia_consultoria@yahoo.com.br

Siga-nos